Visita-nos no FacebookCustomizar Layout
Notícias:   Para mais notícias, clique em "Notícias".

Bem vindo ao Lagoa de Albufeira.
Seja bem vindo a este novo Portal da Lagoa de Albufeira!
Se esta é a sua primeira visita, inscreva-se já e partilhe este website com todos os seus amigos e conhecidos que conheçam a Lagoa de Albufeira e ajude-nos a crescer! Dêem-nos também as vossas opiniões sobre o que acham que deverá ter este Portal e ajudem-nos a construi-lo.
Para se registar clique aqui. Após se registar e para começar a ver mensagens, seleccione o fórum que pretende visitar da selecção abaixo. Lembre-se de que não o poderá fazer sem estar inscrito primeiro!


Conversa Geral Aqui podem falar de tudo o que não se enquadre nos outros temas...

Responder
 
Opções
  #1  
Velho 24-05-2018, 06:49
Avatar de Goncalo
Goncalo Goncalo encontra-se desligado
Novo Utilizador
 
About:
Data de Adesão: Jul 2007
Mensagens: 139
Por Defeito A devastação de árvores na Lagoa continua a ritmo alarmante

Cada vez mais pinheiros devastados, sem justificação.

Não há explicação. A lei dos incêndios não obriga a isto, muito menos dentro dos terrenos das pessoas. E não são árvores secas, são verdinhas e até umas bem jovens e pequenas. E são são só pinheiros bravos (que por vezes a Protecção Civil dava a desculpa errada de que estavam doentes os pinheiros quando estavam bons, só porque eram bravos). Nâo sei quem está a ganhar dinheiro com isto, mas estão a exagerar!

E o pior é que levam as árvores, e deixam apenas o lixo (garrafas, etc, o que pode causar incêndios), e a lagoa está a tornar-se um barril de pólvora, tudo seco qque nem um monte de palha, sem humidade para contra-balançar, e sem sombras. E ninhos de pássaros no chão com crias mortas, enfim... Está a tornar-se um cemitério a todos os níveis...

As sombras vão-se, fica o sol forte, a brisa vai-se, ficam ventos fortes (que os incêndios adoram), a humidade vai-se, fica chão seco que nem palha para ser rastilho para incêndios, e cortam pinheiros mansos também, e a lei diz 50 metros à volta das povoações, não é dentro delas, e não é dentro de estradas das povoações!

Se isto for pela lei dos incêndios é pura incompetência.

Primeiro vejam imagens...

Clique para ampliar

Nome:  2018-05-21 dentro bairro 1.jpg
Vistos: 141
Área:  189,7 KB

Pinheiros lindos de jardins, cortados! Pinheiros em terrenos de privados, cortados! Pequenos grupos de pinheiros ISOLADOS (sem risco de propagação de incêndios), cortados, mesmo estando encostados a NADA!

A Natureza a morrer:

Clique para ampliar

Nome:  IMG_20180521_202425-.jpg
Vistos: 136
Área:  216,3 KB

Mas supostamente a Natureza, e as aves, não eram protegidas aqui?

As aves perderam muitos ninhos, os pinheiros são abatidos, os ninhos ficam no chão, alguns são transportados com as árvores mortas e as aves bebés ficam caídas a morrer no chão...

Cada vez tenho mais aves a refugiar-se nos 2 pinheiros que tenho em propriedade privada, saudáveis, e que a Protecção Civil me diz que deviam ser abatidos porque a minha vizinha fez queixa. Eles querem abater tudo....

Clique para ampliar

Nome:  2018-05-21 - travessa.jpg
Vistos: 134
Área:  158,5 KB

Vejam a devastação na Travessa do Alcaide! Será que os proprietários sabem?

Querem transformar isto num deserto árido? Pinheiros verdes, vários deles mansos, saudáveis, que davam sombra, humidade, protegiam do vento, agora passamos, e é só pó, terra seca a apanhar sol o dia todo, mas o objectivo é causar incêndios? Não é zona para aplicação da lei dos incêndios!

À entrada da lagoa só se vê devastação, e nem vou lá abaixo perto da lagoa há semanas com medo de ver algo que não vou gostar.

Antes víamos pinheiros, agora vemos as casas a 300 ou 400 metros de distância... Desertos áridos e secos sem vida, aves mortas caídas, etc.

Deduzo que quem esteja a fazer isto seja a Protecção Civil, e digo deduzo porque não vi quem cortou tudo mas vi quem cortou algumas.

Conclusão...

Mas quem está ao comando destas decisões, terá um mínimo de conhecimentos, para saber que, sem sombra, montes de vegetação não vai vingar, que há flores e plantas que só crescem na sombra e com áreas húmidas? E que sem pinheiros, estas zonas de sol o dia todo, ficam secas, áridas, sem vida? Prontas a alastrar fogo que nem um celeiro de palha???

Não sei quem foi a pessoa que tomou estas decisões, mas ela saberá que está a aumentar grandemente os riscos de incêndio por aqui?

Que árvores trazem humidade, reduzem os ventos, baixam temperaturas, e dão espaço à vida? E que sem elas, ainda fica pior? Terrenos áridos, sem vida, quentes, o dia todo a levar com sol, ventos fortes? E saberão eles interpretar ao menos o raio de uma lei que é tão básica que qualquer criança perceberia que não é para aplicar dentro de povoações, e muito menos numa zona protegida?

E a pergunta principal será: o que acontece à madeira? Quem ganha dinheiro com isto? Quem anda a cortar árvores? Quem fica com a madeira, para onde vai o dinheiro? Sei que é bom alimentar a economia local, mas não desta forma!

Alguém sabe quem está ao comando destas operações?
Miniatura Anexada
Clique para ampliar

Nome:  2018-05-21 engrada lagoa.jpg‎
Vistos: 117
Área:  423,6 KB  Clique para ampliar

Nome:  2018-05-21 - entrada 2.jpg‎
Vistos: 127
Área:  131,1 KB  
Responder com Quote
  #2  
Velho 24-05-2018, 22:22
Avatar de Carla B.
Carla B. Carla B. encontra-se desligado
Novato
 
About:
Data de Adesão: Sep 2017
Mensagens: 18
Por Defeito

Ora bem, boas fotos. Descrevem exatamente o que temos relatado. A grande questäo é: se as pessoas estäo ou näo cientes do que estäo a fazer e por consequencia a provocar; se estäo a ser 'obrigadas'; se a CMS e ICNF estäo a par; se é ou näo permitido.
Responder com Quote
Responder

« Anterior | Seguinte »


Opções

Regras de Criação de Mensagens
não pode criar novos tópicos
não pode enviar respostas às mensagens
não pode adicionar ficheiros em anexo
não pode editar as suas mensagens
O Código vB está On
Smiles estão On
Código da [IMG] é On
Código HTML é Desligado
Ir Para o Fórum:


Todas horas estão no fuso horário GMT. A hora actual é 06:45.

Largura do Site:
©2007-2021 - Portal da Lagoa de Albufeira